SP: rede de internação tem capacidade de atender novos casos de covid

A Secretaria de Estado da Saúde de S√£o Paulo informou que a rede composta por leitos de enfermaria e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) tem capacidade de absor√ß√£o...

Por Jota Silva em 12/01/2022 às 09:00:08
A Secretaria de Estado da Saúde de S√£o Paulo informou que a rede composta por leitos de enfermaria e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) tem capacidade de absor√ß√£o de novos casos de covid-19.

A pasta afirmou que mantém o monitoramento do cen√°rio epidemiológico em todas as regi√Ķes e caso necess√°rio pode ativar novos leitos em parceria com os municípios. No momento, o estado conta com cerca de 6 mil leitos de enfermaria, com ocupa√ß√£o média de 39,8%, e cerca de 4 mil leitos de UTI, com ocupa√ß√£o de 37,3%.

“Preventivamente, a Secretaria de Estado da Saúde desacelerou em janeiro qualquer redirecionamento dos leitos exclusivos para a assistência do coronavírus e, se necess√°rio, ampliar√° a assistência exclusiva”, disse, em nota, a secretaria.

Desde dezembro, apesar de problemas no sistema Sivep-Gripe terem dificultado a contabiliza√ß√£o de casos, o estado vem observando um aumento de casos e de interna√ß√Ķes por síndrome respiratória aguda grave. Esses casos, segundo o secret√°rio estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, englobavam n√£o só as confirma√ß√Ķes de covid-19, mas também de H3N2 e de outros vírus respiratórios.

Outro indicador s√£o os resultados positivos dos testes de detec√ß√£o da covid-19 realizados em farm√°cias, que tiveram um salto na última semana de 2021, em compara√ß√£o à semana anterior. Segundo os dados nacionais da Associa√ß√£o Brasileira de Redes de Farm√°cias e Drogarias (Abrafarma), 283.763 testagens foram realizadas entre os dias 27 de dezembro e 2 de janeiro, número 50% superior aos 188.545 atendimentos ocorridos de 20 a 26 de dezembro. A quantidade de resultados positivos pulou de 22.283 (11,8% do total) para 94.540 (33,3%).

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro

Coment√°rios